segunda-feira, 19 de outubro de 2009

"Ê menina, você anda preguiçosa, hein?"
Isso a tia Isabel tinha me dito faz tempo, e eu nem melhorei. Mas não é preguiça de escrever, é que ando achando meu texto meio "nhé". O que é isso? Bem... não é que ele esteja ruim, mas falta aquele toque especial, aquele feeling, a pegada textual. E é por isso que ando passando pouco por aqui. Mas vou me esforçar mais, quem sabe o tal tchan-nan-nan do texto volte com a frequência da escrita, né? Veremos.
*
"A pombinha está morrendo... Coitadinha!" (moradora da Vila dos Alpes)
.
Ontem fiquei surpresa porque Belinha matou uma pomba na pracinha. Causou uma comoção geral, ficamos com imagens de monstros selvagens ou mal educadas (eu por tabela, dona da criatura mortal). Mas fiquei pensando... Ninguém deveria se surpreender. Gente, cachorro é quase um lobo, o ser humano que fica achando que o bichinho é de pelúcia e é só a coisa fofa da mamãe. Caso eu estivesse sozinha com Belinha e as pombas gordas que sujam a cidade, teria morrido de nojo e repulsa, mas ia deixar a caçadora comer a caça. Afinal, ela mereceu! Correu, foi mais esperta, usou os instintos e abocanhou a presa. Mas quando eu me assustei e gritei, ela soltou a moribunda e ficou me olhando com cara de "ué".
Capaz que ela achou que eu ia ficar feliz. "Olha mãe, peguei um jantar gostoso pra gente". Porque cães caçadores (acreditem ou não, Belinha é naturalmente especialista em pegar texugos alemães e, aqui no Brasil, pacas) não destroem a presa com a mordida. Entregam fielmente ao dono e esperam o seu bocado.
Mas, por convenções sociais, deixamos a cena do crime desrespeitando aquela lei da selva que diz que o caçador só abate o que for comer (ou coisa que o valha).

3 comentários:

Luiz Felipe Fernandes disse...

Ah tá, cachorro é quase lobo. E quem, em sã consciência, criaria um quase-lobo em casa? Faço coro à surpresa dos moradores da Vila dos Alpes. Que coisa selvagem!

Ana Claudia Pantoja disse...

Ah, eu sou totalmente a favor da Belinha caçadora.

Nanda disse...

Luiz, as pessoas criam crianças em casa!! Quer ser vivo mais cruel que uma criança?!!

***

Com esse nome de "coisa fofa da mamãe", ninguém esperaria isso da Belinha né :P
Mas o instinto animal fala mesmo mais alto... a Amelie vive matando passarinhos, lagartixas, borboletas, baratas, mas eu tbm não deixo ela comer.
Embora eu ache que, se a gente mata as vaquinhas e come achando bom, eles tbm teriam o direito né.